Anunciado o tema do Met Gala 2016: ‘Manus x Machina: Moda em uma era de tecnologia’

anna-wintour  - anna wintour - Anna Wintour anuncia tema do Met Gala 2016
Anna Wintour no Met Gala de 2015

Anna Wintour acaba de fazer anunciar o tema do Met Gala 2016: “Manus x Machina: Moda em uma era de tecnologia”.

De 5 maio até 14 de agosto o Metropolitan Museum of Art exibirá mais de 100 peças tanto de alta-costura como de prêt-à-porter que serão justapostos com produtos feitos à máquina, representando novas tecnologias, como o corte a laser, modelagem térmica, tricô circular, etc.

“Tradicionalmente, a distinção entre a alta-costura e prêt-à-porter foi baseada no handmade e no feito à máquina, mas, recentemente, esta distinção tornou-se cada vez mais tênue com ambas as modalidades adotando as práticas e técnicas da outra”, disse Andrew Bolton, curador do Costume Institute. “Manus x Machina vai desafiar as convenções da dicotomia mão/máquina e propor um novo paradigma pertinente para a nossa era da tecnologia digital.”

A exposição também terá oficinas vivas, tais como impressão 3D.

“A moda e a tecnologia estão intrinsecamente ligadas, mais agora do que nunca”, disse Thomas P. Campbell, diretor e CEO do Met. “Por isso, é oportuno examinar os papéis que o artesanal e o feito à máquina têm no processo criativo”.

O elegante Met Gala 2016 acontece no dia 2 de maio, segunda-feira, sob a organização dos co-presidentes Wintour, Idris Elba, Jonathan Ive e Taylor Swift. As cadeiras honorárias do próximo ano serão Nicolas Ghesquière, Karl Lagerfeld e Miuccia Prada. E mais, tanto o evento de gala como a exposição serão patrocinados pela Apple e apoio suplementar será fornecido pela Condé Nast.

“Tanto o processo automatizado e artesanal precisam de quantidades semelhantes de reflexão e experiência”, disse Ive, chefe de design da Apple. “Há casos em que a tecnologia é otimizada, mas em última análise, é a quantidade de cuidado posto no artesanato, se é feito à máquina ou feitos à mão, que transforma materiais comuns em algo extraordinário.”

Comente!