- d pinot uai 258x258 - DE BOURGOGNE

DE BOURGOGNE

Pinot-Noir-3

Considerada por muitos apreciadores e profissionais como a uva que produz os melhores vinhos do mundo, a Pinot Noir é uma variedade extremamente delicada, que sofre profundamente com as mudanças ambientais, como alternâncias de frio e calor. A Pinot Noir também é complicada para trabalhar depois de colhida, já que sua casaca se rompe facilmente, liberando o suco da fruta e iniciando prematuramente o processo de fermentação, o que pode estragar todo o lote de uvas.

Existem evidências de que a Pinot Noir é cultivada na França há mais de dois milênios. Também há indícios do seu cultivo desde o século IV; porém, oficialmente, seu primeiro registro data do século XIV.

bourgogne pinot noir - 03

Uma das dificuldades para precisar a sua idade é a instabilidade genética. De acordo com especialistas, a família Pinot é uma só, ou seja, Pinot Noir, Pinot Blanc e Pinot Gris têm o mesmo DNA. Um estudo publicado pela universidade de Davis, na Califórnia, realizado em conjunto com especialistas franceses, concluiu que pelo menos 16 variedades atuais de uvas viníferas têm como antecessora a Pinot Noir, tais como a Chardonnay, Gamay Noir, Muscadet e até Malbec.

Pinot-Noir---3

O berço da Pinot Noir é a Borgonha. Essa região, localizada a sudeste de Paris, tem como principal local produtor de vinhos o departamento da Côte D’ Or, dividido entre a Côte de Beaune, ao sul de Beaune, principal cidade da região, e a Côte de Nuits, ao norte. A primeira produz, além de vinhos tintos fantásticos, os melhores vinhos brancos do mundo, a partir da Chardonnay.

bourgogne pinot noir - 02

 

Pinot_noir_-_Bourgogne_(Santenay)

É na Côte de Nuits que vamos encontrar alguns dos vinhos mais nobres do mundo. As AOC- Appellation d'Origine Contrôlée - mais imponentes e disputadas são: Nuits- St.- Georges; Vosne Romanée, comuna em que é produzido o pinot noir mais cobiçado do mundo, o Romanée Conti, além dos Richebourg e dos Echezaux. Entre outros também estão o Vougeot, com o famoso Clos de Vougeot; Chambolle Musigny e, Morey St. Denis, com o fantástico Clos de Lambrays e Gevrey Chambertin. Na Côte de Beaune temos como destaque Corton e Pommard.

Se os melhores pinots do mundo estão na Borgonha, fica a sugestão de uma região que vale à pena visitar e apreciar.


- d vinho uai 258x258 - SABOR CERTO

SABOR CERTO

vinho-molho-de-tomate

Nesta coluna, resolvemos abordar diretamente a questão da harmonização de um tipo de comida muito popular no Brasil: as receitas que levam molho de tomate. O brasileiro adotou o molho de tomate em massas e pizzas e estes pratos estão constantemente em nossas mesas, sejam no molho ao sugo, no bolonhesa, em ragus ou em inúmeras outras possibilidades oferecidas por este versátil elemento.

Embora esteja associado à cozinha da Itália, dado seu uso generalizado naquele país, o tomate já era primordialmente consumido nas civilizações andinas antes de ser levado para a Europa. Somente no século XIX o tomate passou a ser largamente consumido na Europa, em especial na Itália. Durante alguns séculos, chegou a ser considerado venenoso em alguns países europeus. Imaginem!

Mas, de fato, foi na Itália que este fruto foi adotado de maneira ampla e lá surgiram as principais inspirações para os pratos que o usam e que estão muito presentes no nosso dia a dia. Assim sendo, não é de estranhar que os vinhos que, em geral, melhor harmonizam com este molho sejam italianos. Na verdade, a Sangiovese, grande estrela da Toscana, é a uva que melhor se adapta a este tipo de receita. Uva de personalidade marcante, com taninos fortes e acidez presente, tem entre suas denominações e clones as seguintes: Sangiovese Grosso, Brunello, Uva Brunella, Morellino, Prugnolo, Prugnolo Gentile, Sangiovetto e Tignolo. É usada em diversas denominações de origem, inclusive no mais célebre vinho da região, da mais célebre denominação de origem controlada e garantida (DOCG) da região, o Brunello de Montalcino. Todavia, o grande representante da região em termos de quantidade e popularidade é o tradicionalíssimo Chianti, cuja produção remonta ao século XIV. Ele tem um mínimo de 75% de uva Sangiovese em sua produção e aceita que os 25% restantes sejam uma combinação de tintas e brancas, inclusive francesas.

Os vinhos feitos de Sangiovese podem ser mais leves ou mais encorpados, dependendo do clone utilizado e de técnicas de vinificação, que permitem que o enólogo extraia mais ou menos taninos da uva, finalize o vinho com determinada graduação alcoólica e adicione, com o envelhecimento em carvalho, mais taninos e aromas especiais. Desse modo, pratos que contenham molho de tomate puro devem ser combinados com vinhos mais leves, enquanto aqueles que levam outros ingredientes, especialmente no caso de carnes e embutidos, devem ser harmonizados com vinhos mais estruturados.

Escolhemos três toscanos, sendo dois deles Chianti e um deles de Montalcino.

O primeiro, Villa Masti Chianti Classico 2009, é um vinho que acabou de chegar ao portfólio da Grand Cru. Leve e elegante, é ótimo para pizzas, especialmente a margherita.

clube do vinho 1

O segundo vinho é o San Pancrazio Chianti 2011, que apresenta mais estrutura e vai muito bem com massas acompanhadas de molho ao sugo e suas variações.

clube do vinho 2

O terceiro vinho é o ótimo San Polo Rubio 2010. Feito pela San Polo, tradicional produtora de Brunello de Montalcino, é um vinho com boa estrutura, perfeito para um filé à parmegiana ou uma massa com ragu.

clube do vinho 3

Neste mês, havíamos escolhido como segundo vinho o San Pancrazio Chianti Riserva, mas não estava disponível nos estoques centrais dentro da quantidade necessária para o nosso clube. Dessa forma, estamos enviando o San Pancrazio Chianti 2011, que fará um ótimo papel. Todavia, o somatório do valor dos vinhos ficou em R$ 170,00, portanto R$ 5,00 abaixo do valor do nosso clube e bem abaixo da média dos últimos meses. Para manter nosso compromisso de sempre oferecer vantagens para vocês, membros do nosso clube, no próximo mês mandaremos um presente extra.

Esperamos que desfrutem dos vinhos e das sugestões de harmonização.

 

Grand Cru Brasília

SHIS QI 09/11 Bloco L Loja 06 - Lago Sul

tel: (61) 3368-6868

- See more at: file:///C:/Users/Bru_tos/Documents/BLOGASTYLE/public_html/2013-08-15-vinho-molho.html#sthash.P107YFts.dpuf