- empanada de camar  o BLOGAZINE1 uai 258x258 - RECEITA

RECEITA

empanada de camarão - BLOGAZINE

Quem resiste a uma deliciosa empada de camarão? Definitivamente, este é um dos meus pratos prediletos, o qual se torna completo quando servido com uma salada. Experimente preparar em casa para servir aos seus amigos e familiares: Eu asseguro, todos vão adorar.

Ingredientes da massa

- 900 g de farinha de trigo

- 3 gemas de ovo

- 600 g de margarina

- 1 gema para pincelar

 

Modo de preparo da massa

  1. Junte a margarina e as gemas.
  2. Misture e depois acrescente toda a farinha.
  3. Sove a massa misturando muito bem.

 

Ingredientes do recheio

- 1 colher de sopa de colorau

- 50 ml de azeite

- 1 cebola média ralada

- 1pimentão vermelho médio picado pequeno e sem semente

- 1,5 Kg de camarão eviscerado e descascado grelhado

- 1 colher de sopa de lemon & pepper

- 1 colher de sopa de cebolinha picada

- 1 colher de sopa de salsinha picada

- 3 colheres de sopa de maisena

- 40 ml de água para dissolver a maisena

- 2 colheres de sopa de sal

 

Modo de preparo do recheio

  1. Refogue o alho e a cebola no azeite, adicione os pimentões sem doura.
  2. Adicione a salsinha e a cebolinha.
  3. Adicione os camarões já cortados.
  4. Acrescente os demais ingredientes, exceto a maisena.
  5. Dissolva a maisena na água e acrescente ao recheio.

Deixe ferver por 5 minutos para engrossar.

 

Montagem e finalização

  1. Pré-aqueça o forno à 180°C.
  2. Unte as forminhas com margarina e forre-as com uma camada de massa de 3 mm.
  3. Acrescente o recheio e cubra com mais um pouco de massa até fechar totalmente a empada. Deixe-a um pouquinho alta.
  4. Pincele com gema de ovo e leve ao forno até dourar.

 

Rendimento: 100 empadinhas


- piramide de bro uai 258x258 - PRIMAVERA

PRIMAVERA

Brownie com flores capuchinha
Brownie com flores capuchinha

A utilização de flores na gastronomia é uma tendência bastante conhecida. Usadas desde da Idade Média na culinária, as flores no prato dão um toque mais atraente, colorido e saboroso para o momento. Além de nutritivas, embelezam a mesa.

Minha dica para a preparação de um prato é atenção. Muitas delas são tóxicas e, por conta disto, é recomendável que consuma apenas aquelas de origens confiáveis. Na hora de preparar a receita escolhida, as flores, por serem delicadas, não podem ficar de molho. Além disso, só devem ser adicionadas ao prato no momento em que for servir.

Pirâmide de Brownies com mini margaridas
Pirâmide de Brownies com mini margaridas

A lista de sugestões é imensa e entre os mais práticos e saborosos, destaco dois: Salada Verde e Brownie. No primeiro, para que seu prato fique ainda mais elegante e nutritivo, indico acrescentar flores capuchinha. Com seu delicado sabor meio picante, dá um gosto diferenciado para a salada. Já para o Brownie, sugiro organizar os pedaços na mesa em forma de pirâmide. Depois, entre os bolos, decore com lindas mini margaridas. Eu garanto: o resultado é incrível.

Aproveite as dicas e celebre a primavera!

receita-salada-festa


- d cupcake uai 258x258 - HORA DO CHÁ

HORA DO CHÁ

Cupcakes-BLOGAZINE

De origem europeia, os cupcakes fazem sucesso desde os idos de 1800. Não é à toa: enchem os olhos e encantam os convidados. E, quando bem preparados, são deliciosos. Então, que tal experimentar um pouco de boloterapia e preparar em casa os cakes? Eu garanto, a receita é amigável.

Ingredientes
- 1 xícara de farinha de trigo
- 1 xícara de açúcar refinado
- 1/2 xícara de leite
- 2 ovos
- 100g de manteiga sem sal
- 1 colher (chá) de fermento em pó
- 1 colher (café) de bicarbonato de sódio

Modo de preparo
Peneire a farinha de trigo e o fermento em uma tigela e reserve. Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar até obter o ponto de creme.

Acrescente os ovos, um a um, enquanto bate a massa. Adicione o leite aos poucos. Junte a farinha, o bicarbonato e o fermento e bata até homogeneizar.

Disponha as forminhas para cupcake na forma para assar. Com uma colher, coloque a massa em cada forminha ate 2/3 de sua altura.

Pré-aqueça o forno a 180°C. Asse por cerca de 20 minutos.

Para saber se a massa está no ponto, espete um palito – se ele sair seco, o bolo está pronto.

Para rechear
Minha sugestão para os marinheiros de primeira viagem é preparar um delicioso brigadeiro para o recheio.

Com uma faca pequena, corte a parte superior do bolinho em forma de cone, sem danificar as bordas nem atingir o fundo. Reserve a tampinha do bolo. Introduza o recheio com saco de confeitar ou colher (chá ou café). Feche o bolinho com a tampa.

Para decorar
Chantilly funciona bem na cobertura. Quem gosta, também pode lançar mão da pasta americana. A criatividade, nessa hora, se torna a assinatura do bolinho.

Rendimento: 6 unidades


- d cardapio uai 258x258 - IMAGINA NA COPA

IMAGINA NA COPA

cardapio-copa-do-mundo

A poucas semanas para a Copa do Mundo, os anfitriões da capital federal já planejam get togethers. As casas mais animadas serão abertas aos amigos, com direito a menus especialmente inspirados no Brasil e até mesmo no país adversário do dia. E já posso antecipar: finger food é a pedida para alimentar a torcida.

As comidinhas que dispensam o uso de pratos e talheres fazem mesmo a alegria dos convidados e, também, de quem recebe – afinal, o trabalho é menor durante e após o evento. Concebi para a temporada algo fácil de fazer em casa: o Espetinho Verde e Amarelo - composto por carambola, rúcula e queijo. Leve e gostoso, como devem ser os petiscos.

A pegada temática não para por aí. Outra opção bem bacana é a empadinha nas cores nacionais. A massa é feita com açafrão e o recheio traz a dupla gorgonzola-espinafre. Na mesma linha, tem a pipoca verde e amarela. Para adoçar, cupcake com bandeirinha do Brasil. Depois da partida, entra em cena algo mais substancioso como um empratado de risotinhos e escondidinhos.

Para a decoração, sugiro balões, fitas e bandeirolas. Um jogo de Copa do Mundo é um momento informal. Menu e ornamentação devem acompanhar o clima.


- d buffet uai 258x258 - BIG DAY

BIG DAY

01

O buffet de casamento é uma grande preocupação dos noivos, pois a qualidade e fartura do catering são itens essenciais para o grande dia.

Esta celebração segue em alta, mas ganha novos estilos, especialmente no segmento de catering. Na capital federal, realizamos eventos clássicos, com coquetel seguido de jantar à francesa. Mas, também atendemos pedidos mais despojados, como o menu degustação volante. Essa modalidade permite maior conforto aos convidados, que não necessitam se deslocar até o buffet e, ainda, oferece uma ampla variedade de iguarias.

02

Entre os hits, as ilhas de impacto com menus temáticos que apresentam cardápios variados com frutos do mar - centollas, ostras, camarões flambados e sushis. E não para por aí: quando a festa segue a linha contemporânea, há também a opção de ilhas de alta gastronomia com foie gras, escargots e outras delícias requintadas. Podemos caminhar também por menus de inspiração balinesa, indiana ou mediterrânea...

Ostras frescas com limão siciliano
Ostras frescas com limão siciliano

Sempre me perguntam o que nunca sai de moda. A resposta é simples: ingredientes de excelência e um serviço atencioso. Comida deliciosa também, pois apesar das inovações serem necessárias, o paladar pode se cansar em uma festa que extrapola nas invenções culinárias.

Petit gateau de bacalhau ao molho de champagne
Petit gateau de bacalhau ao molho de champagne

Para não restar dúvidas na hora de selecionar o buffet, vale agendar uma degustação, observando sabor, apresentação e criatividade. No mais, cabe consultar quem já usou o serviço antes, para ter certeza que na hora da verdade o serviço é igual ou melhor que a degustação.


- s bp uai 258x258 - EM FAMÍLIA

EM FAMÍLIA

Bacalhau-a-Extremadura

Depois do Natal, a celebração que mais reúne as famílias é a Páscoa, por isso, caprichar no cardápio é uma forma de demonstrar carinho pelos familiares e amigos você receberá em casa. A grande estrela da data, com certeza, é o bacalhau. E cada pessoa tem a sua receita familiar do peixe. Mas, aqui, vou dar uma sugestão para quem quer inovar no preparo deste ano ou criar a sua própria tradição de bacalhau de Páscoa.

Bacalhau a Extremadura
Ingredientes:
12 lombos de bacalhau (dessalgado)
2 litros de azeite extravirgem
5 dentes de alho
1 maço de salsinha e cebolinha
500 gramas de nozes pecan
50 gramas de caviar

Modo de preparo:
Dessalgue o bacalhau. Depois, utilize um pilão para preparar o pesto de nozes, macerando 500ml de azeite com o alho, as ervas e as nozes. Em uma frigideira grossa, aqueça 200ml de azeite para grelhar os lombos de bacalhau com cuidado para não quebrar, os dois lados precisam ficar dourados. Coloque o bacalhau em outro recipiente e cubra com o restante do azeite, leve ao forno médio por 30 minutos. Na hora de servir, coloque o pesto em cima do peixe e acrescente o caviar no prato.

Para acompanhar, prepare arroz branco e uma salada de folhas verdes.
Esta é uma receita simples, porém, deliciosa! Faz muito sucesso no buffet e este ano é o carro-chefe de nosso menu de Páscoa.

Bom apetite e Feliz Páscoa!


- d ccarnaval uai 258x258 - RECEITA DE FOLIA

RECEITA DE FOLIA

A poucas semanas do Carnaval, a maioria das pessoas já tem destino traçado. Para quem não vai vestir o abadá ou acompanhar blocos de rua e os desfiles das escolas de samba, a boa pedida é receber os amigos. Com a minha experiência em festas à frente do meu buffet, preparei um passo a passo para Momo nenhum botar defeito.

cardapio menu de carnaval- 02

Quem quer festejar, ainda que em casa com os amigos, costuma eleger as finger foods como uma boa opção, ou seja, comidinhas para comer com as mãos, sem a necessidade do uso de pratos e talheres. Canapés são uma opção prática e muito usada em ocasiões como essas. Outra fórmula de sucesso são os buffets temáticos. Para o Carnaval, as pedidas são Comidinhas de Boteco ou Buffet Árabe.

cardapio menu de carnaval- 01

Caso o anfitrião deseje ir além e inserir pratos mais elaborados, o correto é optar por alimentos leves e de fácil digestão. As massas são excelentes opções. Podem ser com ou sem recheio, acompanhadas por diferentes molhos montados de forma que o convidado escolha seu preferido. A alternativa para as massas é o risoto, bom prato único -- mas que exige preparo e consumo na hora. Para incrementar, pode-se servir uma salada à base de mix de folhas, ideal para os dias de calor intenso.

cardapio menu de carnaval- 03

Para terminar a festa, se o cardápio foi leve e composto por tira-gostos, um bom caldo cai muito bem. Já para quem caprichou no menu, a combinação café, chá e petit fours é um clássico que o anfitrião pode apostar sem medo de errar.


- d cei de natal uai 258x258 - SEM DESPERDÍCIO

SEM DESPERDÍCIO

Transformar as sobras da Ceia de Natal - 01

Todo ano a história se repete: seja na Ceia de Natal ou no Réveillon, todos os familiares e amigos se reúnem para celebrar, trocar presentes e, claro, comer e brindar. No dia seguinte, as pessoas voltam a se juntar para almoçar o que restou da noite anterior e tentar terminar com tanta comida. Mas, que tal inovar este ano e, ao invés de simplesmente requentar as sobras, caprichar um pouco mais e repaginar os pratos da Ceia?

Transformar as sobras da Ceia de Natal - 03

Transformar as sobras da Ceia de Natal - 02

Transformar as sobras da Ceia em uma torta ou um sanduíche para o dia seguinte não é tão trabalhoso, mas demonstra um cuidado e um carinho com a família. O importante é soltar a criatividade e criar uma refeição saborosa. Além disso, modificar os pratos do dia anterior pode ser uma alternativa para evitar o desperdício.

Para ajudar, aí vão minhas dicas para quem quer transformar a refeição da noite anterior em um almoço diferente e caprichado:

Transformar as sobras da Ceia de Natal - 06

- O tender pode ser fatiado e usado para rechear pequenos sanduíches. Eles serão servidos como aperitivo.

- Com o bacalhau e as batatas é possível fazer bolinhos para recepcionar os convidados. Outra entrada que faz muito sucesso é o bolinho de arroz. Mas, caso prefira evitar frituras, outra opção para reaproveitá-lo é temperá-lo com as castanhas e as uvas passas que não foram consumidas.

- Utilizando uma das carnes desfiadas e acrescentando-a ao arroz já temperado e ao vinho branco que ficou aberto, é possível fazer um delicioso risoto.

- As carnes assadas precisam de um cuidado maior para não ficarem ressecadas. Uma boa dica é transformá-las em recheios de tortas ou quiches. Outra possibilidade é fatiá-las e acrescentar um molho à base de vinho tinto ou frutas.

- O panetone e as frutas que não foram consumidos podem ser transformados em pavês para a sobremesa. As frutas desta época do ano são excelentes para serem transformadas em caldas de doces, geléias ou chutneys.

Transformar as sobras da Ceia de Natal - 04 Transformar as sobras da Ceia de Natal - 05

 

Mas é sempre bom lembrar que, mesmo que os alimentos já estejam pré-prontos, ainda assim será necessário um tempo e dedicação para prepará-los. Por isso, o ideal é escolher um ou dois alimentos para serem transformados e não tentar refazer toda a ceia, principalmente se você acordou tarde. Outra observação importante é sempre estar atento(a) ao estado de conservação dos alimentos. Com o calor típico de dezembro, algumas comidas estragam rapidamente se ficarem sem refrigeração por longos períodos.


- d comfort food uai 258x258 - COMIDINHAS

COMIDINHAS

A clássica cena da animação Ratatouille, na qual um crítico gastronômico ao provar o prato é transportado a memórias felizes, remete a uma das tendências gastronômicas do momento, trata-se do Comfort Food.

A expressão, que em tradução livre significa Comida Reconfortante, surgiu há décadas nos Estados Unidos, em oposição à alimentação industrializada. Entretanto, há pouco tempo ingressou nos serviços de catering. É importante destacar que embora cada pessoa tenha em sua memória afetiva sabores muito pessoais, há alguns pratos que fazem parte do inconsciente coletivo de um povo. Usualmente são composições simples, que ganham uma nova roupagem nas mãos dos chefs.

Em meu buffet, o Renata La Porta, uma iguaria bem brasileira, tornou-se um surpreendente tira-gosto. Criamos o bolinho de feijoada, acompanhado de couve à mineira e torresminho. Tornou-se, rapidamente, um hit. Eis um exemplo de Comfort Food, afinal quem não guarda na memória um almoço em família em torno de um feijão bem temperado?

confort-food-bolinho-feijoada

Bolinho de Feijoada

Um menu inspirado pela onda da comida reconfortante deve observar alguns cuidados. O primeiro deles é a apresentação, o sabor deve ser enriquecido com uma montagem especial. Outro aspecto é determinar quantos pratos seguirão a tendência e em que momentos serão servidos. Uma aposta sem erro é encerrar a madrugada com consomés inspirados nos caldinhos de nossas mães e avós.

brigadeiro

No campo dos doces, a volta triunfante do brigadeiro é mais um exemplo de destaque. Em meio a inúmeras opções, ele é sempre sucesso. Ganha mais adeptos que as delícias francesas, especialmente quando servido em charmosas tacinhas.


- receita natal renata la porta uai 258x172 - Renata La Porta ensina receita de Natal

Renata La Porta ensina receita de Natal

cheesecake-berries

Que tal preparar a sobremesa de Natal? Pois bem, esta receita é simples e faz muito sucesso: Cheesecake com Frutas Vermelhas. Mãos à obra!

INGREDIENTES

Massa
200g de biscoito maisena
5 colheres (sopa) de manteiga derretida
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo

Recheio
250 g de cream cheese
02 ovos
Raspas de 1 limão
1 colher de ( sopa) de essência de baunilha

Modo de Preparo
Coloque os biscoitos no liquidificador e triture bem. Em uma travessa, deposite os biscoitos triturados, a manteiga e o açúcar mascavo. Misture bem os ingredientes até que forme uma massa. Coloque no fundo de forminhas e pressione bem com os dedos. Coloque os ingredientes do recheio na batedeira e bata até que fiquem com aspecto homogêneo. Em seguida, coloque o recheio nas forminhas já forrada e leve ao forno para assar em banho-maria até ficarem douradas. Desenforme e decore as cheesecakes com chantilly, morango e amora black.


- inter food uai 258x258 - SABORES DO MUNDO

SABORES DO MUNDO

inter-food

Não é difícil descobrir meu hobby predileto. No escritório, um mapa mundi tem lugar de destaque. É preciso dizer que meus pais eram globe trotters e pesquisávamos juntos detalhes da história e da culinária dos países que iríamos visitar. Minha mãe, Lucila, ia além: inseria pratos típicos do destino das férias no dia-a-dia da família. Era um passeio gastronômico antes da viagem propriamente dita. De Paracatu a Katmandu, não recuso uma boa expedição, até porque muitas receitas voltam comigo na bagagem.

Dos 20 dias que passei em Bora Bora e outras ilhas da Polinésia, trouxe um mix da culinária francesa com o perfume de flores e frutos locais. Do tour Borgonha-Champagne-Alsácia, a experiência inesquecível não poderia ser diferente: a cozinha do mestre Paul Bocuse. Mas não só apenas as panelas estreladas que entram nos meus programas: vale tudo, até bancas de rua, tudo é inspiração. Só me seguro quando vejo que corro risco, como no interior do Vietnã e do Camboja, onde as condições de higiene eram muito precárias.

Algumas novidades inseridas no cardápio do buffet retratam por onde tenho andado. O Camarão com Panko Crocante e Farofa de Castanhas ao Molhinho Teriaky nasceu de uma experiência gastronômica em Hong Kong. O que degustei era preparado com polvo, mas como o brasiliense não é muito fã do molusco, fiz essa adaptação.

Shrimp

Camarão com Ponko

Uma visita à minha irmã, que vive em Washington, rendeu a Pizetta de Peperonni com Queijo Emmenthal. E foi em cima de um camelo, em plena Tunísia, que criei o Tapenade de Figo Sêco com Olivas Negras e Creme de Cebola. Estava pensando em uma composição com tâmaras a ser servida fria e eis que surgiu a receita completa, mas com figos.

O que para os clientes são itens do cardápio, para mim são memórias 'palativas' e afetivas.

tunisia

Imagem da Tunísia

Imagens©Reprodução

Curta o BLOGAZINE no Facebook para que possamos ser amigos e siga-nos no Twitter @Blogazine_ para conversarmos


- d themed uai 258x258 - DIFERENCIAL

DIFERENCIAL

Brasília tornou-se a capital das festas e, com isso, passou a exigir dos anfitriões e da indústria de eventos uma capacidade inesgotável de inovação. No quesito catering, a ordem é personalizar: menus pasteurizados não tem mais lugar.

Minha dica para quem vai receber é participar de todo o processo, compartilhando, com liberdade, informações como background e predileções. E não é só a montagem do menu que leva o DNA do anfitrião. Sugiro que ele participe da escolha da louça que o buffet utilizará no serviço.

Urban-Rooftop-Picnic-Wedding-Theme-Ideas

 

Sugestão de pique nique urbano no terraço

Na lista dos pedidos mais inusitados que já recebi, destaco dois: os menus Halloween e Brega. No primeiro, criamos pão em forma de abóbora, gelo com aranhas dentro, comidinhas em formato de fantasminhas e, para dar o toque final, garçons vestidos de Spooky. No segundo, deliciosas cafonices fizeram a festa: ovinhos de codorna coloridos, pão com linguiça, entre outras iguarias.

Imagens©Reprodução

Curta o BLOGAZINE no Facebook para que possamos ser amigos e siga-nos no Twitter @Blogazine_ para conversarmos


- d lighttt uai 258x258 - LIGHTLICIOUS

LIGHTLICIOUS

Quem ainda não se deu conta da mudança nos hábitos alimentares dos brasileiros encontra evidências nos cardápios servidos em eventos e recepções. Hoje, achar uma coxinha na bandeja de um garçom é coisa rara. Na última década, os salgadinhos deram espaço a outras formas de preparo. Isso porque os clientes passaram a restringir as frituras na montagem dos cardápios.

Com criatividade, os serviços de catering acompanharam a onda saudável. Canapés leves, saladinhas incrementadas e até mesmo o sofisticado blinis com caviar tornaram-se assíduos nos coqueteis. Alguns chefs deram lugar de destaque até mesmo ao tomatinho cereja e ao radiccio – devidamente temperados e recheados.

Blinis caviar

Blinis com caviar

Atualmente, pasteis e rissoles são itens de menu temático. É o chamado cardápio de botequim. De tão ausentes nos últimos anos, os itens que compõem esse rol fazem sucesso quando aparecem em uma recepção. A diferença é que agora eles surgem em ilhas especiais e são a exceção. E pode? Sim, com moderação, pode.