Brasileiros querem viajar gastando até R$ 1000

Brasileiros querem viajar gastando até R$ 1000

Pesquisa feita pelo Airbnb, ClickBus e SurveyMonkey revela intenção de viagens dos brasileiros para o final do ano

Rio-de-Janeiro  - Rio de Janeiro - Brasileiros querem viajar gastando até R$ 1000

A crise econômica não desencoraja a intenção de viajar dos brasileiros neste final do ano. De acordo com o último estudo do Ministério do Turismo, esse ano, 84,1% dos viajantes devem eleger destinos nacionais para as férias de final de ano, enquanto em 2014, este índice era de 77,6%.
O gasto médio da maioria dos brasileiros (58,7%), no entanto, para o período deve ser de até R$ 1000. É o que aponta um levantamento realizado entre 23 de novembro e 09 de dezembro, com 700 pessoas pelo Airbnb, maior plataforma de hospedagem alternativa do mundo, pela ClickBus, plataforma de venda online de passagens de ônibus e pela SurveyMonkey, empresa líder global em plataforma de questionários e pesquisas online. O levantamento indica ainda que um em cada cinco respondentes (20%) declara que investirá, no máximo, R$ 300 em sua viagem. Já 17,8%, entre R$ 301 e R$ 500.
A pesquisa revela ainda que os viajantes vão economizar mais nas viagens desse fim de ano em comparação às viagens do ano passado. Em 2014, 55,1% despenderam até R$ 1000 para viajar neste período, e em 2015, a parcela dos viajantes que vão conter os gastos para ficar abaixo de R$1000 chega a 58,7%, o que representa um aumento de 3,6 pontos percentuais nesse índice.
“Temos visto um crescimento geométrico de brasileiros viajando dentro do território nacional pelo Airbnb. Da mesma forma como revelam os dados do Ministério do Turismo, para nós, esse ano, a curva se inverteu e mais de 50% dos hóspedes são brasileiros”, afirma Leonardo Tristão, Diretor Geral do Airbnb no Brasil. “A crise tem impulsionado o turismo doméstico e a tecnologia tem mudado o hábito das pessoas na hora de planejarem suas viagens. Na minha opinião, o Brasil ganha muito com isso, pois centenas de cidades abrem as portas para novos turistas”, conclui.
Entre aqueles que pretendem visitar a família no período, metade (49,7%) declara ter intenção de gastar até R$ 500,00, sendo que quase um terço (31,4%) afirma que este investimento não passará dos R$ 300. Considerando dentro deste grupo as declarações de quem viajará por meio de um ou mais meios de transporte, o ônibus será o modal mais utilizado, eleito por 61,5% dos respondentes. Já o carro deve ser usado por 39,6% e o avião, por 26%.

Comente!

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published