Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países

Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países

Cena Contemporânea

A 17ª edição do festival de teatro internacional de Brasília Cena Contemporânea acontece desde o dia 23 de agosto em Brasília e segue até 4 de setembro em várias salas de espetáculos e espaços alternativos da capital brasileira com apresentações, oficinas e debates.

Além do Plano Piloto, o festival realizará sessões em Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Estrutural e Varjão. Os ingressos para espetáculos no Plano custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), enquanto as outras cidades têm entrada franca. O evento tem coordenação geral de Michele Milani e direção de produção e curadoria de Alaôr Rosa.

Essa edição reúne espetáculos internacionais da Argentina, Espanha, Chile, Portugal, Uruguai e França, além de espetáculos brasileiros produzidos por companhias do Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Ceará, Goiás, Paraná e do próprio Distrito Federal.

O uruguaio Gabriel Calderón, que traz ‘Ex-que reinventem los actores’, uma obra que rompe com as estruturas dramáticas tradicionais, aborda a história política recente do país e mescla ficção e realidade, público e privado. ‘Otelo’, do chileno Jaime Lorca, conhecido do espectador brasileiro por ‘Gemelos’ (espetáculo que conquistou a plateia brasileira e divulgou o nome do encenador mundo afora) chega à frente de outra companhia, a Viajeimóvil, e faz seus atores e bonecos se aventurarem no universo de Shakespeare.

Já o grupo Circolando, de Portugal, cuja trajetória tem sido caracterizada pela experimentação e mistura de teatro físico, dança, novo circo. Eles encenam em Brasília ‘Noite’, trabalho originalmente inspirado nas palavras do poeta português Al Berto (precocemente falecido) e que apresenta três bailarinos e um DJ experimentando os limites da força, da energia, da velocidade, da exaustão.

Noite 2  - Noite 2 - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Noite
Noite  - Noite - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Noite

Da Espanha vem o celebrado trabalho ‘Distancia Siete Minutos’, assinado por Diego Lorca e Pako Merino, criadores do Titzina Teatro. O espetáculo dá seguimento à investigação que a companhia tem realizado sobre cenas rápidas, flexíveis e curtas, calcadas em textos ágeis e no trabalho do ator. Na obra, uma exploração das noções de felicidade.

A parceria do Cena Contemporânea com o Centro Dramático Nacional Francês La Comédie de Saint-Étienne traz o espetáculo ‘Naufragé(s)’, desenvolvido na França pela companhia brasiliense Teatro de Açúcar mesclando dramaturgia original com dança, música e instalação.

Naufragé(s)  - naufrages foto diego bresani 2 - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Naufragé(s)
Naufragé(s)  - naufrages foto diego bresan - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Naufragé(s)

Outra coprodução do Cena com Le CENTQUATRE, de Paris, tempo_festival, do Rio de Janeiro, e SESC – ‘A Floresta que anda’, terceira e última parte da trilogia assinada por Christiane Jatahy, ocupará o Mezanino do Museu Nacional de Brasília. Na obra, a diretora carioca aprofunda sua exploração dos limites entre teatro e cinema, ficção e realidade, desta vez mergulhando na clássica tragédia ‘Macbeth’, de William Shakespeare.

Abrindo espaço para discussões em torno de temas como a cultura do estupro, a liberdade sexual e o respeito às diferenças, o festival de Brasília apresenta trabalhos que prometem instigar e propor novas leituras sobre a sexualidade. É o caso de ‘La Wagner’, da Argentina, um contundente e provocador espetáculo que discute, de forma crua, temas ligados ao feminino, à violência, ao erotismo. Também na linha de afirmação de identidades caminham ‘BR-Trans’, do Coletivo Artístico As Travestidas, do Ceará, com histórias colhidas em entrevistas com travestis, transexuais e transformistas de Porto Alegre, e Kassandra, de Santa Catarina, que atualiza o mito da princesa de Troia que nasceu menino, apresentando-se em espaços não-convencionais, como boates e casas noturnas.

A programação contém ainda um conjunto de ações da ‘Aquela Companhia de Teatro’, do Rio de Janeiro, em comemoração por seus dez anos de estrada. O grupo apresenta o premiado ‘Caranguejo Overdrive’ – que recebeu três prêmios Shell 2016 e APTR nas categorias autor (Pedro Kosovski), diretor (Marco André Nunes) e atriz (Carolina Virgüez) –, o novo trabalho, ‘Laio e Crísipo’, e ainda ministra oficina de dramaturgia.

Caranguejo Overdrive  - Caranguejo Overdrive - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Caranguejo Overdrive

Um dos mais célebres grupos teatrais do Brasil, o paulistano Teatro da Vertigem vai desenvolver, durante o Festival, um intenso trabalho de colaboração com artistas e público de Brasília. Para começar, um projeto de residência vai possibilitar que todo o processo de montagem e desmontagem da imensa cenografia envolvida na encenação de O Filho seja acompanhado pelo cenógrafo e iluminador brasiliense Chico Sassi e dois assistentes. Também durante toda a primeira semana do Festival, enquanto estiver ocorrendo a montagem do espetáculo, será oferecida oficina com integrantes da companhia voltada para 25 atores de Brasília. Dentre estes, cinco serão escolhidos para integrar o elenco de O Filho, durante toda a temporada do grupo no CENA CONTEMPORÂNEA. E, por fim, o público poderá ter acesso a toda a trajetória do Vertigem, através da Mostra de Filmes Teatro da Vertigem, com exibição de registros dos espetáculos anteriores da companhia. Será possível conferir, de 25 a 28 de agosto, às 19h, no Auditório II do Museu da República, as montagens de peças como Paraíso Perdido, O Livro de Jó e Apocalipse 1,11, que marcaram para sempre a história do teatro no Brasil.

Looping Bahia Overdub  - Looping Bahia Overdub - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Looping Bahia Overdub
Laio e Crísipo  - Laio e Cr  sipo 2 - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Laio e Crísipo
Laio e Crísipo  - Laio e Cr  sipo - Brasília sedia festival de teatro com peças de seis países
Laio e Crísipo

 

PROGRAMAÇÃO

 

 

SEGUNDA, 29 DE AGOSTO

20h – La Wagner/AR – Teatro SESC Paulo Autran – Taguatinga

21h – Laio e Crísipo/RJ – Teatro SESC Garagem – 913 sul

 

TERÇA, 30 DE AGOSTO

19h – Naufragé(s)/França-Brasil – Teatro Funarte Plínio Marcos

20h – O Filho/SP – Galpão Taguatinga

20h – BR Trans/CE – Teatro SESC Newton Rossi – Ceilândia

21h – Laio e Crísipo/RJ – Teatro SESC Garagem – 913 sul

21h – De Carne e Concreto/DF – Galeria Athos Bulcão – Teatro Nacional

21h- Kassandra/SC – Boite Star Night

 

QUARTA, 31 DE AGOSTO

19h – Naufragé(s)/França-Brasil – Teatro Funarte Plínio Marcos

20h – O Filho/SP – Galpão Taguatinga

20h – BR Trans/CE – Teatro SESC Newton Rossi – Ceilândia

20h – O Equilibrista/DF – Teatro SESC Paulo Austran – Taguatinga

21h – De Carne e Concreto/DF – Galeria Athos Bulcão – Teatro Nacional

21h- Kassandra/SC – Boite Star Night

 

QUINTA, 1º DE SETEMBRO

19h – Ex-Que Reinventen los Actores/Uruguai – CAIXA Cultural

20h – O Filho/SP – Galpão Taguatinga

21h – Fio a Fio – Teatro SESC Garagem – 913 sul

23h – Para Mahal/DF – Barco Laguna Flutuante

 

SEXTA, 2 DE SETEMBRO

16h – Segura Mamãe/DF – Varjão

19h – Ex-Que Reinventen los Actores/Uruguai – CAIXA Cultural

20h – O Filho/SP – Galpão Taguatinga

20h – Fio a Fio – Teatro SESC Paulo Autran – Taguatinga

20h – O Equilibrista/DF – Teatro SESC Newton Rossi

23h – Para Mahal/DF – Barco Laguna Flutuante

 

SÁBADO, 3 DE SETEMBRO

16h – Um Caminho para Sara/DF – Teatro SESC Paulo Autran

17h e 20h – O Filho/SP – Galpão Taguatinga

19h – Noite/Portugal – Teatro Funarte Plínio Marcos

19h – O Imortal/RJ – Galeria Athos Bulcão – Teatro Nacional

20h – Looping Bahia Overdub/BA – Teatro SESC Newton Rossi – Ceilândia

20h – Ladrão de Mim/DF – Espaço Imaginário Cultural – Samambaia

21h – Distancia Siete Minutos/ES – Teatro SESC Garagem – 913 sul

 

DOMINGO, 4 DE SETEMBRO

10h – Segura Mamãe/DF – Estrutural

16h – Um Caminho para Sara/DF – Teatro SESC Paulo Autran

17h e 20h – O Filho/SP – Galpão Taguatinga

19h – Noite/Portugal – Teatro Funarte Plínio Marcos

19h – O Imortal/RJ – Galeria Athos Bulcão – Teatro Nacional

19h – Demonstração Instituto Grotowski – Teatro Goldoni

19h – Looping Bahia Overdub/BA – Praça do Museu Nacional da República

20h – Distancia Siete Minutos/ES – Teatro SESC Garagem – 913 sul

 

// CENA CONTEMPORÂNEA

Data: de 23 de agosto a 4 de setembro de 2016

Locais: Teatro Funarte Plínio Marcos, Caixa Cultural, Teatro Garagem do SESC, Galeria Athos Bucão, Museu Nacional (Auditórios e Mezanino), espaços alternativos

Horários: 19h, 20h e 22h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Informações: www.cenacontemporanea.com.br

Comente!

Related Stories

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published