Longevidade

INVESTIMENTO BELEZA

By 28 de maio de 2013 One Comment

00-01  - 00 01 - INVESTIMENTO BELEZA

Cirurgia plástica tem idade?”. Sempre que essa pergunta é feita, se refere à plásticas faciais (intervenções rejuvenescedoras). Ao pensarmos em rejuvenescimento facial, não existe uma idade certa, matematicamente falando. Os lifting faces tornaram-se comuns pela aceitação social da aparência humana e somos da opinião de que o mais importante é o bem estar.

Talvez uma pessoa na sua terceira década de vida já sinta a necessidade de recorrer à plástica para pequenas intervenções ou para se manter com look jovem; como pode ser que alguém, na oitava década de vida, sinta pela primeira vez a vontade de recorrer à plástica para “reparar” sinais do tempo.

001  - 001 - INVESTIMENTO BELEZA

Mas, tentando ser um pouco mais objetivo, algumas pequenas intervenções, como lipoaspiração de papada, retirada de excesso de pele e de bolsas de gordura nas pálpebras podem beneficiar a faixa etária entre 35 e 45 anos, desde que bem indicadas. Combinadas com tratamentos cosmiátricos, como a toxina botulínica, preenchimentos faciais, peelings e agentes tópicos de uso diário podem selar a jovialidade desse grupo.

Acho que as cirurgias panfaciais, que são intervenções mais radicais da face, podem beneficiar a faixa etária entre 45 e 55 anos, pois mantêm a juventude antes mesmo de ela desaparecer totalmente nos detalhes da face. É lógico que, após 55 anos, é possível que já se façam intervenções secundárias. E, conforme o bem estar ditar, fazer a cirurgia pela primeira vez após a sexta década da vida também pode ser de bom senso.

002  - 002 - INVESTIMENTO BELEZA

Em termos de atualizações e novas técnicas cirúrgicas, não modificamos muito. Ainda cortamos, descolamos, rodamos e avançamos retalhos de músculos, gorduras e pele da face para conseguir rejuvenescer. O que mudou foi a exigência das pacientes e da aceitação social dos resultados para que sejam naturais. Procuro sempre aconselhar meus pacientes que não busquem aparentar dezenas de anos a menos, mas estarem “muito bem” para a idade que têm. Ter o pé do cabelo preservado, ter a boca sem trações artificiais e recortes de orelhas bem colocados é ser mais jovem do que não ter sulcos ou algumas peles e gorduras excessivas na face/pescoço.

Não importa a idade, a magia da plástica de rejuvenescimento facial é ninguém perceber, ninguém saber. Ou não seria mágico!

Comente!

Dr. André Finger

Dr. André Finger

Cirurgião plástico especialista pela SBCP ( Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), André Nasceu em uma colônia de alemães no interior do Rio Grande do Sul. Aos 14 anos André já tinha escolhido sua carreira. Para encarar longas horas em pé operando, Finger inova ao fazer da prática do surf um de seus aliados na busca da resistência física. Atuando no Rio de Janeiro há mais de 20 anos, ele enriquece o BLOGAZINE com sua experiência e abre um canal de diálogo sobre este tema tão polêmico e sempre atual que é a cirurgia plástica.

One Comment

  • […] A cirurgia plástica barata, para os desavisados e impacientes, pode não ser um problema, muito pelo contrário – acreditam que quanto mais em conta, melhor. Mas de fato, não é bem assim. O velho ditado é sábio e muito atual: “o barato sai caro” e o pior é correr o risco de pagar o preço com a própria vida. Inclusive, alguns chegam a procurar cirurgias fora do país, como na Bolívia, Argentina e Paraguai, onde costumam ser mais em conta, porém sem o acompanhamento médico e a preparação antes e após a cirurgia. “O paciente tem que se conscientizar que em todos os tipos de cirurgias há um risco e há necessidade de escolher bem o cirurgião, além de não abrir mão do acompanhamento médico”, afirma Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional de Cirurgia Plástica. […]

Leave a Reply

4 + dois =