LENDO

Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de esti...

Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo

Jane Birkin e a Birkin bag

Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 01  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 01

Jane Birkin e Serge Gainsbourg

é um dos ícones de moda mais inspiradores. Atriz, cantora, escritora e musa, Birkin teve três maridos, três filhas e dá nome à bolsa mais cobiçada da Hermés.

Nascida no dia 14 de dezembro de 1946, em Londres, Jane é filha da atriz Judy Campbell e David Birkin, um comandante da marinha britânica e espião da Segunda Guerra Mundial.

Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 02  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 02

No auge da Swinging London dos anos 60, ela pisava pela primeira vez no palco, aos 17 anos. Na mesma época conheceu John Barry — compositor famoso por seu trabalho em James Bond –, que se tornaria o seu primeiro marido. Em 1967, nasceu Kate Barry.

Aos 20 anos, voou para Paris. Na capital francesa foi logo para os estúdios de Pièrre Grimblat e fez o teste de elenco para o filme Slogan. Como era franca para falar francês, seu parceiro de cena Serge Gainsbourg (na época, recém separado de Brigitte Bardot) não facilitou sua vida, levando Birkin a um ataque de lágrimas. Foi quando Gainsbourg reconheceu que a pequena atriz chorava bem na frente das câmaras e faria um bom trabalho no papel.

Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 03  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 03Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 04  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 04

O ano de 1969, em Paris, foi quando Serge Gainsbourg e Jane Birkin deram início a uma parceria histórica. Juntos, gravaram “Je t’aime… moi non plus“, que foi banida pelo Vaticano e censurada pela BBC pelo seu conteúdo sexual explícito. “Di Doo Da”, o primeiro álbum solo da inglesa super francesa estreava em 1973, enquanto Jane era figura recorrente nas telas de cinema – exceto pela pausa entre 1971 e 1972, da qual Jane regressou para interpretar a amante de Bardot (a ex-namorada de Serge) em Don Juan, or If Don Juan Were a Woman.

Em 1981, enquanto viajava de Paris para Londres, Jean-Louis Dumas, o diretor executivo da Hermès, sentou-se ao seu lado. Enquanto Jane tentava encaixar uma bolsa de verga no compartimento superior do avião, todo o conteúdo se espalhou no chão do corredor. Desavergonhada, Jane explicou a Dumas que nunca tinha conseguido encontrar uma bolsa grande, de pele, que gostasse. A história continuaria três anos depois, quando a marca criava uma das bolsas mais icônicas de todos os tempos (inspirada em um design de 1892) para ela, e com seu nome.

Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 11  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 11

Enquanto isto, o amor quase decadente de Serge e Jane – do qual nasceu Charlotte Gainsbourg – continuava a ser a inspiração do círculo musical, da Moda, do universo cool e alternativo que pautava a era dos excessos. E é, até hoje, um dos romances que são mais referência de estilo.

Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 05  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 05Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 06  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 06Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 07  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 07

Mas terminou quando Birkin apaixonou-se por Jacques Doillon, com quem teve Lou, em 1982. Em 1985, Birkin levou sua carreira de atriz para os palcos com “La Fausse suivante“. Os aplausos inspiraram Jane, que os enfrentaria com um microfone. Em 1987, cortou o cabelo, vestiu roupas masculinas e montou um espetáculo apenas “para impressionar Serge”. E ele estava lá, todas as noites.

Em 1990, Gainbourg assina “Amours des feintes“, um álbum totalmente dedicado a Jane. E foi o último: Serge morreu em março de 1991. Dois dias depois, falecia também David Birkin. Depois de terminar a tourné de “La Rochelle“, Jane Birkin abandonou os palcos.

Dedicou-se à escrita, à família e à filantropia. Jane Birkin pode ser considerada musa de uma era.

Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 08  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 08Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 09  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 09Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 10  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 10Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 12  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 12Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 13  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 13Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 14  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 14Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 15  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 15Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 16  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 16Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 17  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 17Jane Birkin como ícone de estilo - BLOGAZINE - 18  Entenda o legado de Jane Birkin como ícone de estilo Jane Birkin como   cone de estilo BLOGAZINE 18

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comente!


CONTEÚDO RELACIONADO

INSTAGRAM
#BLOGAZINE