Entrevistas

KÁTIA ALFRADIQUE

By 24 de novembro de 2012 No Comments

- katia alfradique - KÁTIA ALFRADIQUE

Kátia Alfradique, diretora comercial da Animale, inaugurou mais uma loja-conceito da marca esta semana. Desta vez, Brasília [Lago Sul] foi a cidade escolhida. O momento foi perfeito para conhecer mais um pouco dessa marca que considera o mercado da moda como uma máquina com muitas engrenagens, inclusive aquela que envolve a matemática, conhecida como orçamento e estratégia.

Como surge a loja-conceito Animale?

Tudo faz parte de uma estratégia da marca. A Animale quando chega em uma cidade identifica um shopping de fluxo onde a cliente potencial da marca circula de segunda a quinta. Digo isso porque em toda cidade o fluxo dos shoppings mudam nos finais de semana.

Bom, feito isso, medimos os resultados que fazem parte da nossa estratégia para estudar a região. Em seguida estudamos o território onde nossa cliente frequenta fora dos shoppings, até porque shopping-centers tem toda uma política própria que deve ser seguida. Identificamos onde imprimir a cultura da marca como um todo e abrimos a loja conceito, que é esta loja.

Por falar em estratégia, como a Animale se estrutura na moda.

A Animale faz parte do Grupo Animale, que além da marca homônima tem ainda a A-Brand, a FYI direcionada ao público jovem, 30% da Farm e da Fábula e a rede de restaurantes Alessandro e Frederico.

A produção é própria ou terceirizada?

Terceirizamos no Rio, São Paulo e Minas Gerais e também produzimos .

Como se deu a decisão de manter-se fora da última edição da semana de moda brasileira?

Somos uma empresa e funcionamos com um orçamento. Já tínhamos oferecido dois grandes shows este ano. Manter-se fora do desta vez foi uma escolha estratégica. Mas temos um excelente relacionamento com o Paulo Borges [idealizador do ] e por isso fizemos o show-online. Na próxima edição estaremos de volta. Já estamos preparando a coleção!

Hoje em dia um evento como uma festa de lançamento na loja é muito importante para mim. Os desfiles são para os formadores de opinião mas são esses eventos que criam relacionamento com o nosso cliente. Eu preciso pensar no comercial.

- desfile animale post 3 - KÁTIA ALFRADIQUE

Desfile fotográfico de Inverno 2013 Animale, inspirado  nos esportes gelados e na aurora boreal da Escandinávia

O que você acha da antecipação do calendário da moda brasileira?

Acho que todos ganharemos com isso. Para quem trabalha com varejo é ótimo porque já se trabalha com antecedência e agora pode-se fazer mais negócios. O difícil vai ser lidar com o varejo, o consumidor final ao receber a informação muito antes pode ficar confuso.

Por outro lado, não será preciso buscar novidades no exterior…

Com certeza! Hoje já temos tudo aqui. A moda no Brasil é muito forte. Todos querem estar aqui. Olhe o tanto de marcas estrangeiras que estão chegando.

Mais cedo você mencionou a cliente Animale. Fale um pouco dela.

É a mulher executiva. Uma mulher urbana. Quando começamos ela tinha a partir de 28 anos. Hoje essa mulher tem á partir de 25 anos. É incrível a quantidade de jovens executivos bem sucedidos atualmente.

A mulher brasileira tem um diferencial em moda?

Sim, a mulher brasileira sabe se vestir com uma pitada de sensualidade. Temos peças em bicho que não são vulgares. Na Animale, a mulher pode ser elegante e sensual.

Como a mulher paulista recebeu essa sensualidade?

A mulher paulista adora a marca exatamente por essa pitada sensual. Antes, as executivas paulistas não tinham essa opção de ter uma roupa para trabalhar que trouxesse um detalhe sensual. Na Animale, ela pode comprar o tailleur e vestir com uma blusa que na frente é fechada, mas quando ela tira o blazer revela um decote nas costas. A paulista viu que na Animale ela acha a roupa perfeita que vai do trabalho ao happy hour. E as paulistas adoram happy hour. Atualmente, as cariocas também estão gostando desse momento após o trabalho.

E a brasiliense?

A mulher brasiliense é muito especial. É uma mulher que gosta de relacionamento. Quando ela gosta da marca ela traz as amigas e até comemora o aniversário na loja. Eu adoro isso porque a Animale é isso mesmo, uma extensão da casa, um grande closet. Aqui a cliente deve sentir que podemos atendê-la em tudo. Temos do sapato à joia, do biquíni ao vestido super especial.

Em síntese, qual o DNA da marca?

É a energia! A energia voltada para o novo, rápido e emocional. A Animale quer mexer na emoção da mulher, quer tocar na autoestima dela, fazer com que ela se sinta bem.

- animale lago sul blogazine 121 - KÁTIA ALFRADIQUE

Se a mulher Animale é urbana, de onde vem a inspiração em grandes centros europeus?

Nossos três estilistas viajam pelo menos três vezes ao ano. Visitamos os grandes centros e a escolha da inspiração sempre vem de uma viagem especial. Esta última é África. Mas mesmo assim, sempre tem uma adaptação para a mulher Animale. Nosso papel é surpreender. Temos que conhecer nossa cliente e oferecer o que ela deseja, mas surpreendendo.

Para fechar, uma dica de estilo Kátia Alfradique.

Quando for sair de casa, retorne ao espelho. Olhe bem, retire uma peça e vá embora.

Me despeço de Kátia feliz por conhecê-la e ter tido a oportunidade de um papo tão gostoso que mais uma vez me fez recordar que moda é estilo, elegância e também negócio. E que venham os louros para a moda brasileira!

|- A coleção! -|

 

É claro que a mulher Animale está visivelmente presente nesta coleção que traz como fonte inspiradora o continente africano.

Peças enriquecidas por detalhes que fazem de uma simples camiseta aquela peça especial responsável pelo upgrade do look.

Saias e vestidos bordados glamourizam o visual explorando cores ou simplesmente agregando valor aos modelos monocromáticos.

As estampas exclusivas lembram motivos tribais e surgem talhadas em modelos moderninhos com recortes e comprimentos sensuais.

Os bichos da savana imprimem sedas, musselines, piquê de algodão, malha, sarja e couro. Confesso que a estampa em guepardo me surpreendeu por sua originalidade suave.

Em couro, jaquetas e calças de corte justíssimo em geral são alvos certos das mãos que instintivamente querem provar o toque macio do produto. Resultado: convidativo!

A linha de acessórios faz um passeio pelo rocker com tachas e franjas em metal, dando a cara urbana ao mundo selvagem.

As cores permanecem no lado seguro e bastante discreto. Nada de grandes invenções ou tonalidades impactantes, mas a bem da verdade, todas as cores se complementam tornando-se fácil coordenar um guarda-roupa.

animale-lago-sul-brasilia-01  - animale lago sul brasilia 01 - KÁTIA ALFRADIQUEanimale-lago-sul-brasilia-02  - animale lago sul brasilia 02 - KÁTIA ALFRADIQUEanimale-lago-sul-brasilia-04  - animale lago sul brasilia 04 - KÁTIA ALFRADIQUEanimale-lago-sul-brasilia-07  - animale lago sul brasilia 07 - KÁTIA ALFRADIQUEanimale-lago-sul-brasilia-09  - animale lago sul brasilia 09 - KÁTIA ALFRADIQUEanimale-lago-sul-brasilia-14  - animale lago sul brasilia 14 - KÁTIA ALFRADIQUE

ANIMALE
Brasília Lago Sul
SHIS, QI 05, bloco B, loja 35
61 9863-0316

Imagens©Maria Thereza Laudares/BLOGAZINE

Curta o BLOGAZINE no Facebook para que possamos ser amigos e siga-nos no Twitter @Blogazine_ para conversarmos

Comente!

Maria Thereza Laudares

Maria Thereza Laudares

Co-fundadora e idealizadora do Blogazine -Saber, conhecer, buscar... conhecimento é sempre algo de bom. Moda na história é o meu interesse ontem, hoje e amanhã. Pesquisar é o chocolate do curioso. Pesquisar comendo chocolate ou tomando sorvete é melhor ainda!

Leave a Reply