Widget Image
Widget Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim

Raf Simons deixa a Dior

Raf Simons não renova contrato com a Christian Dior por decisão própria. Agora, quem será seu sucessor?

raf-simons-deixa-a-Dior  Raf Simons deixa a Dior raf simons deixa a Dior

Raf Simons deixa a Dior. O diretor criativo da casa francesa não renovará o contrato com a marca, por decisão sua.

O designer comandou a Dior por mais de três anos e a decisão tem motivos pessoais: “Depois de uma cuidadosa e longa reflexão decidi deixar o meu cargo de diretor criativo na Christian Dior”, disse. “É uma decisão madura que vem da vontade de focar em outros interesses, incluindo a minha própria marca, tanto quanto no desejo de perseguir as paixões que me movem fora do meu trabalho. A Christian Dior é uma empresa extraordinária e tem sido um privilégio imenso ter a oportunidade de escrever algumas páginas deste livro magnífico”. Raf agradeceu ainda a Bernard Arnault pela confiança depositada e a Sidney Toledano, por ter sido um mentor.

Confirmado na tarde de ontem em comunicado emitido por Sidney Toledano, CEO da Dior, o texto indicava que “Mr. Simons não renovará contrato com a Christian Dior” e agradecia ainda, de forma calorosa, “a sua contribuição excepcional a casa”.

A coleção primavera-verão 2016 para a Dior, recém apresentada na Paris Fashion Week, será a sua última para a marca. Raf Simons tem sido aclamado pelo seu trabalho na casa francesa, desde a sua entrada em abril de 2012. Especulam-se, para seus sucessores, nomes como Riccardo Tisci (agora na Givenchy) e Jonathan Anderson (que está no comando da Loewe), mas também Alessandro Michele (Gucci), a dupla da Proenza Schouler (Lazaro Hernandez e Jack McColough), Alber Elbaz (da Lanvin), e Olivier Theyskens (ex-diretor criativo da Nina Ricci).

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comente!